SISAPE - Sistema de Acompanhamento de Projetos de Pesquisa e Extensão

Detalhes do Projeto

Título
Microplásticos em girinos (Amphibia, Anura) da Chapada Diamantina, Bahia, Brasil.
Tipo de Projeto
Pesquisa
Coordenador(a)
Márcio Borba da Silva
Data Inicial
02/10/2023
Data Final
02/12/2026
Resumo
A ordem Anura abrange os anfíbios comumente conhecidos como sapos, rãs e pererecas. Esses animais possuem duas fases de desenvolvimento: a fase larval, unicamente de ambiente aquático, e a fase terrestre, que necessita, ainda, de certa umidade para sobrevivência. São considerados importantes bioindicadores ambientais pois são sensíveis a mudanças ambientais. Microplásticos são caracterizados como uma mistura de materiais plásticos que podem ser encontrados em diversos locais, desde sedimentos, praias e água do mar, até mesmo em pulmões humanos. Apresentam tamanhos até 5mm, podendo se fragmentar ainda mais e serem ingeridas pelos animais onde eles se depositam. Com isso, podem atingir órgãos e tecidos, e sua bioacumulação pode causar danos como mutagênese, por exemplo. Apesar de ainda pouco estudada, a bioacumulação destas partículas em girinos pode acarretar em danos diversos: morfológicos, citotóxicos, comportamentais, entre outros. O Parque Nacional da Chapada Diamantina, região montanhosa com diferentes paisagens e atrações turísticas, fica localizado na região Nordeste brasileira. É um local de conservação e preservação ambiental, mas que já foi cenário de mineração e agricultura. Os danos ao meio ambiente causados por essas práticas podem perdurar até os dias atuais. Diante disso, o presente estudo tem como principal objetivo analisar o efeito dos microplásticos em girinos encontrados na Chapada Diamantina, através da utilização de biomarcadores.
Equipe Executora
NomeVínculoFunção no ProjetoCH Semanal
Márcio Borba da Silva Docentecoordenador2
Mirco Kienle SoléOutroPesquisador2
Lanna Jéssica Gomes da SilvaOutroPesquisadora20